quarta-feira, março 3

Música!

1
Se se tratasse de gente como se se vivesse de outra forma artística, seriamos viciado na arte que não nos deixa o mesmo de sempre.

on the corner of main street
just tryin' to keep it in line
you say you wanna move on and
you say I'm falling behind

can you read my mind?
can you read my mind?

I never really gave up on
breakin' out of this two-star town
I got the green light
I got a little fight
I'm gonna turn this thing around

can you read my mind?
can you read my mind?


Read my Mind - The Killers

Até as sinfonias foram feitas no mais poderoso silêncio, pois todo silêncio precisa de barulho pra ser encarado como silêncio, diria Constantin Stanislavki. Até o Chaplin cantava com seus pés tortos nos universos mais sonoros das nossas mentes.

can you read my mind?
can you read my mind?


A música corta as cordas que me prende ao inconsciente coletivo; vivo com a ÉTICA e a MORALIDADE, mesmo assim é inesquecível reviver loucuras. Quem não é louco quando sujeita-se a viver? Quem não é louco quando dá a sua cabeça para alguém exercitar um rabalho com a tesoura? Quem não é louco em levantar da cama e lutar com milhares de bactérias/vírus espalhadas no ar?

A loucura mostra-se culminante em certos momentos da vida, a músic ajuda muito no processo de redescoberta de quem somos. Somos mais feios e belos que suponha toda a lógica da Psicologia.

Para quem quer escutar a música que embalou a produção desse parecer:

1 Response to Música!

6 de março de 2010 15:35

the killers é legal, até. o último deles é mais maduro, tem ótimas músicas.

abraço