sexta-feira, abril 16

Saudade de Viver

3
A vida já foi uma ciranda
Cheia de risos e reinações
Hoje não passa de mero desdém
Cheia de tristezas e amarguras
De choros e ira.
Hoje espero...
Que um dia minha vida
Retome seu espectro rotativo
E que uma aura multicolorida a embale.
Recuperando meu desejo de viver.

(De Tarciane Milena, uma menina de treze anos que lê a vida e a escreve)

3 Response to Saudade de Viver

17 de abril de 2010 17:07

Que belo poema, sim vivemos encantados vendo a vida colorida, mas os anos se passam e vamos vendo realidades, que também são com tristezas.

Abraços! =)
Boa Tarde!

Tami
21 de abril de 2010 01:31

Que poema lindooo!!!
Parabéns moçinhaaaa!
vc escreve divinamente!!!
Sucesso.

28 de junho de 2010 16:49

depois de produzir esse poema me perguntaram se eu estava bem,"o que foi tarci?"
acharam que eu podia entrar em depressao!